Dicas e Curiosidades

ver todos

Pesquisa: 31% dos usuários brasileiros sofreram ataques em seus dispositivos móveis

Postado em 31/10/2017

Pesquisa: 31% dos usuários brasileiros sofreram ataques em seus dispositivos móveis

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Brasileiro sofre, né? E essa máxima se aplica, inclusive, aos ataques móveis. Segundo pesquisa da empresa de segurança Kaspersky, 31% dos usuários brasileiros sofreram algum tipo de ataque em seus dispositivos móveis. As ameaças variam entre phishing, ransomware e invasão à privacidade dos usuários.

Considerando toda a América Latina, mais de 121 mil usuários foram vítimas de ataques móveis somente nos primeiros oito meses deste ano. Não é difícil explicar essa onda de golpes.

>> Veja 10 coisas que você precisa fazer já para manter seu smartphone seguro

De um ano para cá, o smartphone virou o principal meio de acesso à internet no Brasil. Os usuários, inclusive, fazem compras diretamente pelo aparelho. Como as pessoas migraram para os dispositivos móveis, os criminosos passaram a dividir suas ações: desenvolvendo ataques tanto para computadores quanto para smartphones.

Ataques móveis mais comuns

Aliás, um dos golpes mais comuns, hoje em dia, ocorre pelo WhatsApp. Por conta da sua popularidade, o aplicativo de troca de mensagens recebe muitas mensagens falsas. De modo geral, são mensagens de promoções de grandes empresas. Para participar, os usuários são obrigados a clicar em links perigosos e baixar aplicativos maliciosos.

Os criminosos digitais também usam fatos do momento como isca. Em meio à liberação do saque do FGTS, aplicativos maliciosos começaram a pipocar prometendo rápida consulta de contas inativas. Isso sem falar que muitas mensagens falsas a respeito circularam pelo WhatsApp e SMS com o objetivo de roubar informações pessoais dos usuários.

Proteja seu dispositivo móvel

Para não fazer parte dessa estatística, procure tomar algumas precauções. A começar pelas mais básicas: aplicar uma senha para desbloquear a tela inicial e manter o sistema operacional atualizado.

Quando for baixar aplicativos, dê uma boa lida nas permissões solicitadas por eles. Muitas são tão invasivas que colocam a sua privacidade em risco. Não vale a pena. Ah, e só faça download em lojas oficiais, hein!

Não acredite em todas as promoções absurdas que circulam pela internet. Acredite: a esmagadora maioria é golpe. Procure se informar pelos canais oficiais das empresas para saber se a promoção em questão é verdadeira. Dentro desse contexto, não clique nem baixe anexos que chegam por e-mail, WhatsApp e redes sociais.

Por fim, reforce a sua segurança com um programa antivírus. Quer uma sugestão? O UOL Segurança Digital é uma solução completa, que elimina as mais variadas ameaças virtuais.