Dicas e Curiosidades

ver todos

Adwares: saiba por que, além de chatos, eles são perigosos

Postado em 12/02/2014

Adwares: saiba por que, além de chatos, eles são perigosos

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Você está navegando na internet e de repente uma janela pula anunciando algo "imperdível". Você fecha esta, mas outras insistem. E muitas outras “oportunidades incríveis” continuam pipocando em sua tela.

A má notícia é que estas janelas não vão parar de aparecer até que você corte o mal pela raiz e remova a praga que causa esse tipo de transtorno, o adware.

A função principal deste invasor é encher o PC de anúncios e, com uma insistência incrivelmente chata, levá-lo a clicar neles. Afinal, irritado com a janela que não para de piscar, muita gente clica logo para ver se ela some de uma vez.

Mas esse tipo de software não traz apenas amolação. Há também o perigo de você ser espionado e os seus dados acabarem sendo enviados para empresas de spam. Sua caixa de entrada vai virar uma enorme lixeira eletrônica e dificilmente você vai se livrar disso.

Mas, afinal, quais são os riscos que estes “chatonildos” oferecem?

Navegação direcionada

Alguns tipos de adware instalam-se como uma extensão do navegador, sem a sua autorização. Depois, acabam por redirecionar o browser para páginas de anunciantes indesejados, sites pornográficos ou endereços contaminados com algum tipo de malware. Podem também substituir a página inicial por outra, que surgirá toda vez que abrir o programa.

Aplicativos contaminados

De acordo com a McAfee, há também adware capaz de se infiltrar em aplicativos legítimos do computador. Feito isto, eles tornam o computador mais lento, pois usam a memória RAM e ocupam um espaço valioso no disco rígido para divulgar anúncios. Usar a máquina torna-se um sacrifício, e encontrar o culpado também fica muito mais difícil.

Espionagem invasiva

Uma das atividades preferidas desses invasores é a espionar seus hábitos online (os sites que costuma visitar, por exemplo) e suas preferências de compra. Estes dados podem ser vendidos para outras empresas interessadas em oferecer anúncios personalizados.

Barras indesejadas

Outro método comum usado por adwares são as barras de navegação. Elas se instalam logo abaixo da barra de endereços do browser e oferecem um campo de busca (que geralmente redireciona o usuário para um site que estará lotado de anúncios), ferramentas úteis e um banner com publicidade. São também mais uma forma de coletar os seus dados de navegação.

Smartphone vigiado

O adware também pode atacar smartphones. Nesse caso, o método de invasão preferido são aplicativos gratuitos, e pouco conhecidos, disponíveis nas lojas oficiais (especialmente no Google Play) ou em sites alternativos. Além de exibir notificações com anúncios, eles podem roubar dados do usuário.

Pensou que estes anúncios fossem apenas irritantes? Agora que você já sabe o perigo que eles oferecem, fique esperto e mantenha seu antivírus sempre atualizado.