Dicas e Curiosidades

ver todos

Ameaças a dispositivos de Internet das Coisas se multiplicam em 2017

Postado em 31/10/2017

Ameaças a dispositivos de Internet das Coisas se multiplicam em 2017

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

A empresa de segurança Kaspersky identificou mais de 7 mil amostras de malwares direcionados a dispositivos de Internet das Coisas (IoT) nos primeiros cinco meses de 2017. Isso representa um avanço de 74% no número de ameaças registradas entre os anos de 2013 e 2016.

Não é de estranhar. À medida que os aparelhos de IoT ficam mais acessíveis à população, eles entram na mira de criminosos digitais. Para você ter uma noção, segundo estimativa da consultoria Gartner, são 8,4 bilhões de objetos conectados à internet.

Vale lembrar que são considerados aparelhos de Internet das Coisas, além de smartphones e tablets, babás eletrônicas, geladeiras inteligentes, smart TV, webcams, smartwatches, entre outros.

Por que as ameaças se multiplicam

Além de o número de dispositivos de Internet das Coisas subir, existe outra justificativa para o crescimento das ameaças a esses aparelhos. Aqui, estamos falando da fragilidade dos sistemas de segurança do objetos de Internet das Coisas. O máximo que os fabricantes fazem nesse sentido é liberar atualizações do sistema operacional esporadicamente.

Para piorar a situação, ainda não existem soluções de segurança específicas para proteger a maioria desses equipamentos. O roteador Norton Core, ainda sem previsão para chegar ao Brasil, é uma tentativa de resolver essa questão.

Como ficar protegido

Em primeiro lugar, você deve manter todos os dispositivos atualizados. Isso porque os fabricantes disponibilizam novas versões do sistema operacional que corrigem uma ou outra vulnerabilidade.

Quando falamos de webcams e roteadores, por exemplo, é muito importante alterar a senha padrão desses aparelhos. Isso dificulta o trabalho dos criminosos. Caso contrário, basta saber o modelo e a marca do equipamento para invadi-lo a distância.

Por outro lado, não há desculpas para deixar smartphones, tablets e computadores vulneráveis. Com uma única assinatura do UOL Segurança Digital você protege todos esses aparelhos de pragas virtuais.