Dicas e Curiosidades

ver todos

Anatel vai bloquear celulares piratas. Saiba se seu aparelho vai ser afetado!

Postado em 20/06/2017

Anatel vai bloquear celulares piratas. Saiba se seu aparelho vai ser afetado!

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Se depender da Anatel, o mercado dos famosos aparelhos “ching-ling” estão com os dias contados no Brasil. No fim de maio, a agência reguladora informou que todos os aparelhos que operam de forma irregular devem deixar de funcionar a partir de setembro.

Não se trata de uma batalha recente. Na verdade, as maiores operadoras do país discutem esse tema há mais de três anos, quando foi criado o Sistema Integrado de Gestão de Aparelhos (Siga) para identificar smartphones que não foram validados pela Anatel.

De acordo com os dados do sistema, dos 242 milhões de acessos móveis, 13 milhões são feitos por meio de celulares ilegais. Mensalmente, 1 milhão de aparelhos piratas entram em funcionamento no país.

Ficou preocupado? Saiba, a seguir, se seu aparelho será bloqueado:

Sem registro e IMEI inválido

Além de não terem registro na Anatel, os smartphones que não possuem um número IMEI registrado no banco de dados da Associação Global de Operadoras Móveis (GSMA) serão bloqueados. Como os celulares piratas não são registrados, eles apresentam um IMEI clonado ou inválido. Logo, eles deixarão de funcionar nas operadoras brasileiras.

É importante lembrar que existem casos em que um aparelho que não tenha sido homologado pela Anatel não seja bloqueado. Para tanto, ele precisa possuir IMEI válido. Isso evita que smartphones de marcas conhecidas comprados no exterior, como HTC, Xiaomi e Huawei, sofram com o bloqueio da agência.

Situação do seu celular

Não sabe a situação do seu smartphone? Para descobrir se ele será bloqueado ou não, basta acessar o site Consulta Celular Legal criado pela Anatel para verificar a autenticidade do número IMEI do seu aparelho.

Alerta antecipado

A partir do dia 30 de junho, quem possuir um smartphone pirata e tentar se conectar às redes 4G, 3G e 2G das operadoras brasileiras pela primeira vez, deve receber uma mensagem SMS alertando que o aparelho não segue as regras estabelecidas pela Anatel e será bloqueado dentro de 75 dias. Após esse período, o dono do aparelho não conseguirá mais fazer ligações e tampouco acessar os serviços de 4G, 3G e 2G. A conexão Wi-Fi será a única possível.

Aqui, vale destacar que somente os dispositivos que tentarem acessar a rede de telefonia a partir do dia 30 de junho de 2017 serão bloqueados. Os celulares que já estão em operação antes desta data – mesmo aqueles sem certificação da Anatel ou IMEI válido – continuarão funcionando.

Investiu em um bom smartphone e não quer correr riscos? Aposte, então, em uma solução de proteção. Conheça o UOL Segurança Digital e mantenha seus dispositivos protegidos.