Dicas e Curiosidades

ver todos

Aplicativos intuitivos para Android permitem que usuário comum crie ransomwares em poucos minutos

Postado em 27/09/2017

Aplicativos intuitivos para Android permitem que usuário comum crie ransomwares em poucos minutos

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Criar softwares e aplicativos pressupõe um nível avançado em programação e tempo disponível. Esse raciocínio também se aplica aos criminosos digitais que desenvolvem os mais variados ataques virtuais. No entanto, graças a ferramentas intuitivas, está cada vez mais fácil criar seu próprio software, inclusive vírus.

Uma das ameaças mais comuns atualmente é o ransomware. Não é por acaso. Quando bem-sucedida, essa praga pode render milhões aos criminosos por trás da campanha maliciosa.

>> Leia também Vítimas de ransomware já pagaram mais de 25 milhões de dólares de resgate

Como se não bastasse ganhar muito dinheiro com os ataques, os criminosos ainda desenvolveram alguns aplicativos para Android que permitem, de forma bem intuitiva, a qualquer usuário criar o próprio ransomware. Mesmo aqueles que não têm nenhum conhecimento em programação conseguem fazer uma praga que sequestra dados.

Quem afirma isso é a empresa de segurança digital Symantec, que encontrou alguns aplicativos Android em fóruns chineses.

Como funcionam esses aplicativos

Com uma interface intuitiva, o processo de criação do ransomware é totalmente automatizado. Isso significa que o usuário só precisa preencher campos vazios para personalizar o ataque. De modo geral, é preciso inserir as seguintes informações:

• A mensagem que será exibida na tela bloqueada do dispositivo infectado;
• A chave a ser usada para desbloquear o dispositivo após o pagamento de resgate;
• Operações matemáticas personalizadas para randomizar o código;
• A animação a ser exibida no dispositivo infectado.

Por razões óbvias, não vamos compartilhar os links de download destes aplicativos – mesmo que eles estejam totalmente em chinês.

Proteja seus dispositivos

Com esses aplicativos intuitivos, a tendência é que o número de ransomware móvel aumente consideravelmente nos próximos meses. Você está preparado para não se tornar uma vítima? É hora de manter seu dispositivo móvel seguro!

>> Aproveite e veja Brasil está entre os dez países mais visados por ransomware móvel

No entanto, o espaço na memória RAM difere entre os dois. Para o iPhone 8, possivelmente, serão 2GB, enquanto no iPhone 8 Plus, assim como no modelo X, a memória RAM deve ter 3GB.

Outra diferença está no aproveitamento de bateria, assunto no qual o iPhone 8 Plus leva vantagem. O modelo aguenta mais tempo na reprodução de vídeo com fones e no uso de internet, de acordo com a fabricante.

>> Veja também O que é jailbreak e por que não fazê-lo em seu celular

Em primeiro lugar, você deve seguir algumas regras básicas: não abrir anexos de e-mails não solicitados, não baixar aplicativos de lojas de terceiros e fazer backup regularmente para recuperar seus dados facilmente.

Por fim, não se esqueça de instalar um antivírus atualizado. Compatível para computadores, smartphones e tablets, o UOL Segurança Digital elimina códigos maliciosos e impede que você navegue em sites perigosos.