Dicas e Curiosidades

ver todos

5 ataques virtuais mais danosos de 2014

Postado em 18/10/2014

5 ataques virtuais mais danosos de 2014

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Entra ano, sai ano e os ataques virtuais continuam atingindo milhões de máquinas pelo mundo. Os dados de pessoas e de empresas são roubados e vendidos no mercado negro rapidamente. De acordo com a Hold Security, foi obtida, em apenas três semanas de investigação, uma lista com mais de 360 milhões de senhas de contas virtuais no mercado ilegal.

E nem os sistemas virtuais das grandes organizações mundiais escapam das ações criminosas de hackers. O site da Forbes elencou os cinco ataques virtuais que causaram mais prejuízos que aconteceram até julho deste ano. Confira quais foram:

eBay

A gigante do comércio eletrônico foi vítima de um ataque virtual que causou desespero nas mais de 233 milhões de pessoas que têm contas registradas no site. A empresa assegurou que os hackers não conseguiram ter acesso a nenhuma informação financeira.

Contudo, a ação foi capaz de roubar informações pessoais preciosas, como nomes completos, senhas criptografadas, endereços de e-mail e físico, números de telefone e data de nascimento dos usuários. Nesse sentido, o eBay enviou um alerta aos seus clientes para eles mudarem suas senhas, inclusive em contas de outros sites.

Domino’s Pizza

A rede internacional de fast-food também ficou preocupada com o sequestro de dados feito pelo grupo de hackers Rex Mundi. Os criminosos pediram 40 mil dólares à empresa para não divulgarem as informações pessoais de 600 mil clientes franceses e belgas.

Além de recusar a pagar o resgate, a empresa tranquilizou os clientes falando que os dados financeiros estavam seguros. O Twitter suspendeu o perfil do grupo criminoso e as informações nunca foram publicadas online.

Departamento de Saúde do Estado de Montana (EUA)

O sistema do Departamento de Saúde de Montana, Estados Unidos, sofreu um ataque em julho de 2013, mas a invasão só foi descoberta em maio. Por enquanto, as investigações ainda não revelaram a situação completa. As autoridades não conseguiram calcular o tamanho do prejuízo, a identidade dos criminosos e nem como eles conseguiram agir. O que se sabe é que a violação de dados pode ter afetado mais de 1 milhão de pessoas.

P.F. Chang's

A rede de restaurante especializada em comida chinesa foi mais uma vítima de uma invasão no sistema da rede. O ataque comprometeu os dados de cartões de débito e de crédito de milhares de clientes. Após a ação, os criminosos passaram a vender os dados bancários no mercado negro a um preço que variava entre 18 dólares e 140 dólares. No momento, a P.F. Chang's trabalha junto com o Serviço Secreto dos Estados Unidos para identificar os criminosos.

Após esse escândalo, todos os restaurantes da franquia nos Estados Unidos voltaram ao velho sistema de papel e carbono para aceitar cartões.

Evernote e Feedly

As duas empresas de serviços de internet sofreram ataques semelhantes na mesma semana. Elas foram vítimas de ataques de negação distribuída de serviço (DDoS), o que derrubou o site das duas empresas. Enquanto a página da Evernote ficou apenas quatro horas fora do ar, o agregador de notícias Feedly sofreu por três dias e mesmo assim recusou dar dinheiro para o criminoso parar com o ataque.