Dicas e Curiosidades

ver todos

Blockchain: saiba mais sobre a tecnologia que já está sendo chamada de Internet dos Negócios

Postado em 16/08/2017

Blockchain: saiba mais sobre a tecnologia que já está sendo chamada de Internet dos Negócios

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Recentemente, a empresa de consultoria Gartner divulgou as 10 principais tendências tecnológicas estratégicas para o ano de 2017. Entre conceitos como inteligência artificial e sistemas conversacionais, uma tecnologia ainda pouco conhecida se destaca: a Blockchain que, embora pouco divulgada atualmente, pode revolucionar o futuro dos negócios.

Termo em inglês para “cadeia de blocos”, o sistema funciona como bases de registros e dados distribuídos e compartilhados que servem para criar uma espécie de índice global para todas as transações realizadas em um determinado mercado.

Simplificando o conceito, pense em um livro contábil, só que de forma pública, compartilhada e universal. Esse livro cria consenso e confiança entre todas as pessoas, sobre todas as informações, saldos e transações das contas de cada registro, seja ele transacional ou comercial.

Num primeiro momento, a Blockchain parece um bicho de sete cabeças. Por isso, listamos, abaixo, algumas explicações para ajudar você a entender melhor o sistema conhecido como Internet dos Negócios. Confira:

Origem: o bitcoin e o uso da Blockchain nas transações

O conceito da Blockchain teve origem em outro elemento bastante característico das transações e negociações via internet: o bitcoin. O famoso dinheiro virtual criptografado e descentralizado, cujo valor é medido por transações diretas e livres de intermediários, só garante um processo de compras mais rápido, seguro e barato graças à existência da Blockchain.

De forma simplificada, essa tecnologia contabiliza cada uma das transações feitas no mundo com moedas virtuais e, a cada 10 minutos, mais ou menos, fecha uma página desse livro de registros colaborativos (um bloco). Esse bloco é conectado a todos os outros feitos anteriormente, de forma que um só pode ser acessado se estiver devidamente ligado aos demais.

Segurança: como o processo garante transações menos arriscadas

Ainda usando o bitcoin como exemplo prático, caso um criminoso tente enganar o sistema e invadir um dos blocos para fazer compras com um dinheiro que ele não tem, seria necessário que ele invadisse todos os blocos feitos anteriormente, em toda a história do comércio digital, simultaneamente em milhões de computadores ao redor do mundo.

Isso significa que para invadir um dos blocos da Blockchain seria necessário quebrar a criptografia da maior rede de computadores do mundo, mantida por milhões de terminais que estão espalhados por centenas de países. Vamos combinar que esse seria um desafio e tanto, não?

Esse tipo de recurso, portanto, torna-se muito mais seguro do que as transações centralizadas tradicionais. Isso porque basta invadir o sistema de um dos intermediários (como o seu banco) para fraudar todo o processo.

Economia: como a Blockchain pode afetar o setor

Analisando atentamente, é possível concluir, então, que todas as vantagens oferecidas pela Blockchain podem representar uma ameaça ao setor financeiro. De fato, esse risco existe.

Por outro lado, os benefícios oferecidos pela tecnologia são muito maiores. Para se ter uma ideia, uma pesquisa realizada pela Santander InnoVentures estima valores entre 15 bilhões e 20 bilhões de dólares na economia anual para o setor, em 2022. E olha que o estudo considerou somente a redução de custos proporcionada por transações diretas nas mais variadas áreas.

E a tendência é confirmada por estudo da Deloitte, que mostra que 80% dos bancos em todo o mundo passarão a investir na criação de projetos voltados para a Blockchain ainda neste ano, seja sozinhos ou em parceria.

Aplicação: como a Blockchain pode ser utilizada

Fora do setor financeiro é possível ver a Blockchain aparecendo em outras iniciativas, como na área de artes com a Ascribe, na certificação de diamantes com a Everledger e até mesmo na área de varejo, com a Provenance. Isso sem mencionar os testes para levar a Blockchain para a área da educação, que vêm sendo realizados por intermédio da Blockchain Academy.

Isso mostra não apenas a versatilidade da tecnologia, como também o seu potencial para realmente revolucionar o mundo dos negócios online. Segundo a mesma pesquisa da Gartner mencionada no começo deste texto, um negócio baseado na Blockchain valerá 220 milhões de dólares até 2022.

No momento, a tecnologia segue nos ambientes de testes, longe do alcance do grande público. Mas a confiança, a segurança e a agilidade que o método de validação já apresentou por meio das transações em bitcoin são provas de que há muito potencial para que o sistema realmente se torne a Internet dos Negócios.