Dicas e Curiosidades

ver todos

Cibercriminosos brasileiros desenvolvem extensão maliciosa do Google Chrome

Postado em 05/10/2017

Cibercriminosos brasileiros desenvolvem extensão maliciosa do Google Chrome

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

De acordo com a ferramenta online StatCounter, 79% dos usuários brasileiros utilizam o Google Chrome como principal navegador. Sabendo disso, criminosos digitais desenvolveram uma extensão maliciosa que ficou disponível para download na loja de aplicativos do navegador por mais de 15 dias.

Uma vez instalado, o plugin Interface Online era capaz de monitorar todas as atividades realizadas pelo usuário no Google Chrome. Dependendo do site visitado, a extensão maliciosa conseguia capturar dados sensíveis das vítimas, como nome de usuário e senha.

>> Leia também Extensões de navegadores: cuidado, elas podem ser usadas para roubos

Os principais alvos de ataques são usuários de serviços de internet banking. Para convencê-los a baixar a extensão maliciosa, os criminosos digitais a divulgavam como se ela fosse um componente de segurança para acessar serviços bancários online.

Nisso, todos os dados sensíveis digitados pelas vítimas eram direcionados para um servidor controlado pelos criminosos digitais. Felizmente, pesquisadores da Morphus Labs identificaram o golpe e avisaram ao Google.

Por sua vez, o gigante de tecnologia já removeu a extensão maliciosa da loja oficial do navegador. O falso plugin ficou disponível na loja do Chrome durante 15 dias.

Não dê sopa para o azar

Essa não foi a primeira vez –nem será a última – que criminosos digitais conseguem disponibilizar uma extensão maliciosa em lojas oficiais. O ideal é baixar apenas aplicações já conhecidas e desenvolvidas por empresas com boa reputação. Portanto, faça uma pesquisa bem criteriosa a respeito do plugin em questão.

Mais do que isso, é importante ter um antivírus instalado em seu computador. O UOL Segurança Digital, por exemplo, elimina qualquer código malicioso presente em sua máquina. Isso sem falar que ele impede que o usuário acesse páginas web potencialmente perigosas. Em suma, não dê sopa para o azar.