Dicas e Curiosidades

ver todos

Como funciona o reconhecimento de voz dos smartphones ?

Postado em 15/05/2017

Como funciona o reconhecimento de voz dos smartphones ?

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

O reconhecimento de voz é um recurso que pode ser uma verdadeira mão na roda para diversas situações em nossas vidas. Mas, ele também esconde alguns perigos que, quando não estão sob o nosso conhecimento, podem gerar transtornos e colocar sua privacidade em risco.

Antes de falar sobre eles, é preciso entender como funciona o reconhecimento de voz. Tanto em sistemas operacionais de smartphones, como em aparelhos como as smart TVs e videogames, o processo normalmente é o mesmo: sua voz é captada, enviada para servidores na nuvem e convertida em texto. A justificativa aqui é que esse fluxo de ações é necessário para que o serviço consiga processar suas solicitações. Até aí, parece tudo bem, certo?

O grande perigo é que, praticamente, todas as empresas que oferecem aparelhos com reconhecimento de voz vão além disso. Tudo que você disser em voz alta perto do microfone também pode ser enviado para nuvem. Em outras palavras, qualquer conversa, ainda que confidencial, poderá ser acessada pela empresa.

Pensar que o fato de você comprar um smartphone ou qualquer outro aparelho dotado de reconhecimento de voz abre um caminho para espionagem e o fim da sua privacidade é muito preocupante. E, claro, muito Black Mirror, não?

A companhia que deixou isso mais claro até agora foi a Samsung. Ela diz nos termos contratuais de suas Smart TVs que pode captar informações confidenciais. Mas outras marcas mundiais, como o Google, Apple e Microsoft, também têm políticas bastante parecidas, embora não tão explícitas.

Criminosos e reconhecimento de voz

Como se não bastasse se preocupar com o nível de dados que está fornecendo para as empresas, você também deve ficar alerta aos criminosos que estão se aproveitando do reconhecimento de voz para enviar vírus e conseguir recompensas.

No ano passado, surgiram algumas notícias sobre como pessoas mal intencionadas poderiam estar gravando mensagens para o Google Now ou Siri das vítimas e as escondendo em vídeos fofinhos. O objetivo deles é que o usuário assista ao vídeo com o aparelho por perto e a voz ali escondida dê o comando para o fazer o download de um arquivo que irá infectar o aparelho.

Como proteger sua privacidade

O primeiro passo para manter sua privacidade nestes casos é saber com o que, ou quem, está lidando. Não é só o sistema operacional do seu aparelho que pode estar coletando dados que você não gostaria, mas também alguns aplicativos são dotados de sistema de reconhecimento de voz e podem agir da mesma maneira.

Faça uma investigação sobre cada aplicativo que utiliza o recurso e procure saber como e quando essa captação é feita. Depois disso, se detectar que o acesso às suas informações está indo longe demais, não precisa se desesperar. A maioria dos aplicativos e sistemas permite desabilitar níveis de captação para o recurso de reconhecimento de voz. Basta procurar nas configurações e você deve encontrar algo a respeito.

Para o caso de ataques criminosos a situação é ainda mais séria, e não tem como escapar. Você precisa de um bom antivírus, que possa cobrir todos os seus dispositivos, como o UOL Segurança Digital, que garante a proteção do seu computador, celular e tablet.