Dicas e Curiosidades

ver todos

Computadores zumbis: fique fora dessa rede

Postado em 05/06/2013

Computadores zumbis: fique fora dessa rede

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Em junho de 2013, o FBI (polícia federal americana) anunciou o desmantelamento de um grupo de criminosos virtuais, responsável por roubar cerca de US$ 500 milhões de dólares (mais de R$ 1 bilhão) de diversas contas bancárias em um período de 18 meses.

Para tanto, os criminosos digitais infectaram cinco milhões de computadores pessoais pelo mundo e formaram um verdadeiro exército de máquinas zumbis (também conhecido como botnet). Através delas, eles conseguiram informações confidenciais de instituições financeiras como American Express e HSBC.

Ao longo da investigação, as autoridades internacionais desativaram mil PCs que faziam parte da rede zumbi apelidada de Citadel, que era uma das maiores em operação no mundo. Aproveitando os usuários com versões piratas do Windows, os criminosos espalharam programas maliciosos.

Pode acontecer com qualquer um

O simples fato de o seu computador estar conectado à internet abre espaço para que ele se torne parte de uma rede zumbi. Sem que você se dê conta, um criminoso digital pode infectar seu PC com um malware (vírus, worm ou cavalo de Troia) via e-mail, redes P2P ou websites.

A infecção da máquina acontece via anexos maliciosos ou links para páginas falsas. A vítima entra no site ou instala o arquivo e não percebe que está com a máquina comprometida. Depois de invadido, o computador passa a ser controlado remotamente e as atividades ilegais começam – atacar páginas, enviar spams ou pragas – usando a sua máquina e a sua conexão.

Invasores remotos, crimes online

Empresas que desejam divulgar seus produtos a qualquer custo – sem se importar com o como – pagam criminosos digitais para disparar e-mails aos milhares. Você certamente já recebeu spams na sua caixa sem entender de onde vieram.

Outros criminosos estão mais interessados em descobrir informações secretas que possam gerar lucro, especialmente cartões de crédito. Eles podem rastrear o que você digita e descobrir senhas.

Indícios de que o PC está infectado

O proprietário de um computador zumbi pode perceber a atuação de um criminoso digital amador se encontrar mensagens que não escreveu em sua caixa de saída, por exemplo. Mas a descoberta pode ser demorada, já que é possível continuar usando o PC afetado quase normalmente.

Um dos principais indícios de que a máquina pode ter sido invadida é a lentidão. Se ela estiver mais lenta do que o normal, desconfie e peça suporte. Observe ainda outros comportamentos estranhos, como a abertura de janelas não solicitadas, seja no navegador, seja no sistema operacional. O fato de o ventilador do computador estar ativado o tempo todo (o que significa que ele está funcionando no máximo da sua capacidade) pode também indicar máquina invadida.

Prevenir: sempre o melhor remédio

As botnets “capturam” os usuários de internet há anos, dando força à disseminação de malwares e possibilitando fraudes em grande escala. É um crime de alto lucro e baixo risco: é dificílimo rastrear os criminosos digitais, pois todas as pistas levam aos donos dos zumbis.

Para evitar que a vítima seja você, mantenha seu sistema operacional sempre atualizado, assim como programas, aplicativos e navegadores, e instale patches de segurança para corrigir vulnerabilidades e erros. Além disso, tenha sempre um antivírus completo e atualizado rodando na sua máquina, como o UOL Antivírus.