Dicas e Curiosidades

ver todos

Confira o grau de privacidade dos aplicativos de troca de mensagens mais populares

Postado em 28/12/2016

Confira o grau de privacidade dos aplicativos de troca de mensagens mais populares

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Em termos de segurança digital, este ano ficou marcado pela preocupação com a privacidade. Prova disso é que muitos aplicativos de mensagens instantâneas, como WhatsApp, iMessage, Google Allo e outros, disponibilizaram a criptografia de ponta a ponta para seus usuários.

Na prática, isso significa que as mensagens só ficam acessíveis para o remetente e destinatário. Mesmo que alguém intercepte a conversa, dificilmente conseguirá decifrar o conteúdo enviado.

Mas nem todos os aplicativos utilizam a tecnologia da mesma maneira, o que pode aumentar ou diminuir o grau de privacidade de cada um deles. Basicamente, esses programas podem apresentar três situações em relação a essa medida de segurança. São elas:

• Criptografia de ponta a ponta por padrão

Quando um aplicativo oferece a criptografia de ponta a ponta por padrão, significa que você não precisa fazer nenhuma configuração para adotar a medida de segurança e privacidade. Esse é o caso do WhatsApp, iMessage, FaceTime, Line, Google Duo e Viber.

• Criptografia de ponta a ponta opcional

Telegram, Facebook Messenger, Google Allo e Kakao Talk são aplicativos que até disponibilizam a criptografia de ponta a ponta, mas precisará ser ativada manualmente pelo usuário.

• Sem criptografia de ponta a ponta

Mesmo com milhões de usuários ativos diariamente, Skype, Snapchat, Google Hangout, WeChat, QQ Messenger e BlackBerry Messenger não oferecem criptografia de ponta a ponta. Isso pode tornar a troca de mensagens acessíveis a terceiros.

Classificação de segurança

Com base nas informações acima, a Anistia Internacional deu uma pontuação de zero a 100 para cada desenvolvedor. Veja a nota que as principais empresas receberam:

Facebook

Responsável pelo Facebook Messenger e WhatsApp, que possuem 2 bilhões de usuários, a empresa recebeu a maior nota de todas: 73 pontos.

Um dos pontos altos é que, além de usar a criptografia de ponta a ponta como padrão, o WhatsApp é o único aplicativo que deixa claro quando uma conversa não está sendo criptografada.

Por outro lado, o Facebook Messenger ainda peca por não disponibilizar a criptografia de ponta a ponta como padrão.

Apple

Oferecendo criptografia de ponta a ponta no iMessage e no FaceTime por padrão, a empresa obteve 67 pontos. Vale lembrar que, nos últimos anos, a fabricante tomou uma postura pública para preservar a privacidade de seus usuários ao revelar quando órgãos do governo solicitam os dados dos consumidores.

A nota da Apple só não foi maior porque a empresa ainda não informa quando as mensagens são protegidas por criptografia. Por exemplo, se você envia um SMS para um usuário que não tem iPhone, a mensagem não é criptografada.

Telegram

Com 100 milhões de pessoas usando ativamente o aplicativo, o Telegram tem uma forte posição em relação à privacidade e à liberdade de expressão dos seus usuários. Nesse sentido, é surpreendente que a empresa não disponibilize a criptografia de ponta a ponta como padrão nem avise os usuários quando eles estão usando uma criptografia mais fraca. Entre pontos fortes e fracos, a nota do Telegram foi 67 pontos.

Google

Entre os aplicativos de mensagens dos quais o Google é dono, há criptografia de ponta a ponta padrão apenas no Duo, enquanto é opcional no Allo. Por sua vez, o Hangouts não apresenta essa medida de segurança e privacidade.

Um ponto positivo do Google é que ele sempre divulga as solicitações de dados por parte do governo. A empresa é rigorosamente contra o desbloqueio de dispositivos ou de aplicativos para que os governos acessem os dados pessoais dos usuários. No final, o Google ficou com 53 pontos.

Microsoft

Dona do Skype desde 2011, a Microsoft recebeu apenas 40 pontos. A avaliação baixa tem muito a ver com a fraca criptografia utilizada no Skype, principalmente porque o serviço de chamadas de voz e vídeo tem 300 milhões de usuários ativos em todo o mundo.

Snapchat

Embora o Snapchat apresente um forte compromisso com a política de privacidade, isso não se prova na prática. Além de não implementar a criptografia de ponta a ponta, o aplicativo não informa os usuários sobre as ameaças de privacidade que eles podem enfrentar.

Para completar, o “desaparecimento” das mensagens no Snapchat dá uma falsa sensação de privacidade para os 100 milhões de usuários ativos diariamente. Por isso, não é de estranhar os 26 pontos que o aplicativo recebeu.