Dicas e Curiosidades

ver todos

Criminosos digitais vendem dados pessoais de mais de 6 milhões de perfis do Instagram

Postado em 19/09/2017

Criminosos digitais vendem dados pessoais de mais de 6 milhões de perfis do Instagram

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Se você é um dos 700 milhões de usuários ativos do Instagram, é melhor tomar algumas atitudes, como alterar sua senha de acesso e prestar atenção em acessos indevidos. Isso porque, no início deste mês, criminosos digitais aproveitaram uma falha de segurança no sistema da rede social e roubaram dados de usuários da plataforma, incluindo logins, senhas e números de telefone.

Para provar a veracidade da invasão, um dos criminosos vazou uma lista com 10 mil credenciais de acesso ao Instagram. No entanto, o grupo de criminosos digitais afirma que o roubo envolve mais de 6 milhões de perfis da plataforma. Entre as vítimas, aparecem políticos, celebridades e até contas de grandes empresas.

A situação piora um pouco mais. O grupo de criminosos criou um serviço online oculto de busca de dados de perfis do Instagram. Com apenas 10 dólares, é possível ter acesso aos dados de uma conta violada.

Especialistas em segurança digital confirmaram a autenticidade dos dados vazados. De fato, telefones, e-mails e senhas pertencem aos usuários. Outra descoberta é que o golpe não foi focado em um único país. Há vítimas dos mais variados países, como Brasil, Alemanha, Austrália, Estados Unidos e por aí vai.

Resposta do Instagram

Embora o estrago já estivesse feito, o Instagram corrigiu, horas depois, a vulnerabilidade que permitiu aos criminosos a violação de dados. A empresa ainda notificou seus usuários sobre o problema e os orientou a ser cautelosos com e-mails, mensagens e até ligações telefônicas.

Faça sua parte

Aqui, é claro que o único culpado pelo roubo de credenciais é o Instagram, que tinha uma brecha em seu banco de dados. Mas você também precisa fazer a sua parte para manter suas informações protegidas.

Além de criar senhas robustas, mesclando números, símbolos e letras maiúsculas e minúsculas, e alterá-las com frequência, procure habilitar a autenticação em dois fatores em suas contas. Assim, você coloca mais um obstáculo e evita o acesso indevido a seus perfis.

>> Aproveite e confira 4 dicas para criar uma senha segura

Por fim, vale a pena instalar um antivírus em todos os seus dispositivos para impedir ataques que roubam informações. O UOL Segurança Digital, por exemplo, elimina qualquer tipo de vírus que chega ao seu aparelho e indica quais sites são potencialmente perigosos.