Dicas e Curiosidades

ver todos

Cuidados que você deve ter na hora de vender produtos pela internet (para não expor seus dados)

Postado em 15/05/2017

Cuidados que você deve ter na hora de vender produtos pela internet (para não expor seus dados)

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Na hora de vender pela internet, normalmente, pensamos em tirar boas fotos, fazer uma descrição atraente e calcular bem o preço. Mas você leva em consideração a segurança dos seus dados pessoais? A maioria dos vendedores não.

É verdade que vender pela internet é uma verdadeira mão na roda, mas se não tomar os cuidados necessários também pode ser um caminho para torná-lo vítima de fraudes, golpes e até outros tipos de crime, como sequestros e assaltos.

Se você está pensando em anunciar uma mercadoria na internet, confira antes as dicas para fazer um bom negócio e proteger seus dados e a si mesmo.

Escolha uma boa plataforma

Seja você alguém que está entrando para ficar no mundo do varejo ou que só quer se livrar daquela roupa que comprou e nunca usou, escolher uma boa plataforma é essencial.

Uma boa ferramenta de venda vai garantir que todas as informações que você cadastrar no site quando criar seu perfil de vendedor, como CPF, endereço residencial e dados bancários, estarão protegidas.

A plataforma certa também deve ter um sistema de criptografia no momento da venda para que, durante a transmissão de dados, ninguém consiga interceptar a comunicação entre você e seu cliente.

Forneça apenas os dados necessários

Muitas plataformas de venda online não permitem que sejam incluídos números de telefone e CEP na descrição ou nos comentários dos produtos, e isso é justamente para evitar que você acabe passando, ou recebendo, dados pessoais sem necessidade.

Evite passar informações como o lugar onde você trabalha ou o horário em que termina seu expediente nos comentários, mesmo que esteja em negociação e prestes a fechar a venda. Na maioria dos sites de compra e venda de produtos os comentários são públicos e você não sabe quem pode estar de olho naquilo que você está escrevendo.

Evite a modalidade “a retirar”

Se um estranho tocasse sua campainha e pedisse para entrar, você, provavelmente, não deixaria, não é mesmo? Afinal, você não sabe quem é aquela pessoa e quais são suas reais intenções!

Pelo mesmo motivo não é bacana marcar a retirada de um produto na sua casa. Na maioria dos casos, tudo o que você sabe sobre o comprador é o nome, e isso não deve ser suficiente para deixá-lo entrar em sua casa.

O ideal é enviar os produtos pelos Correios ou marcar um encontro em lugares públicos, como estações de metrô, shoppings e lanchonetes. No caso de uma negociação presencial, escolha dias e horários em que o local marcado tenha uma movimentação razoável. Se possível, vá acompanhado.

No caso de artigos grandes e pesados, como móveis, por exemplo, prefira contratar uma transportadora.

Não relacione suas redes sociais

Seu Facebook, Instagram e outras redes sociais sabem muito sobre você. Eles sabem sua localização, idade, telefone, lugares que frequenta e muito mais. Na hora de anunciar um produto na internet, evite relacionar sua conta ao site de vendas ou usar o mesmo nome.

Cogite adquirir uma caixa postal

Se você estiver pensando em iniciar um negócio, pode ser uma boa ideia adquirir uma caixa postal na agência dos Correios mais próxima da sua casa. Assim, quando for embalar o pedido, não vai precisar colocar o seu endereço residencial no pacote e evita que mais um desconhecido saiba onde você mora.