Dicas e Curiosidades

ver todos

Cyber bullying: o ataque que todo mundo pode ser vítima

Postado em 10/06/2016

Cyber bullying: o ataque que todo mundo pode ser vítima

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

É muito fácil ser valente no mundo virtual. Protegido atrás de uma tela e, em muitas vezes, pelo anonimato, tem muita gente que vive intimidando e atacando outras por meio de mensagens e publicações nas redes sociais, nos fóruns ou, até, em sites de notícias.

Não é à toa que, segundo pesquisa da McAfee, intimidações virtuais são 43% mais frequentes que as físicas. Estamos falando do cyber bullying, um ataque virtual que qualquer pessoa pode cometer e ser vítima.

Há um fator complicador para o cyber bullying. Ao contrário dos crimes digitais, ele não exige nenhum conhecimento técnico em tecnologia e, pior, a pessoa não precisa nem de software especial para praticá-lo. Assim, não dá para se surpreender ao ver quão comum é esse tipo de ataque.

E ele não para só nos xingamentos. A pesquisa da McAfee aponta ainda que 22% dos adolescentes já tiveram informações pessoais e ofensivas publicadas na internet por terceiros.

Há soluções contra o bullying virtual?

O cyber bullying se repete em todo canto do mundo. Para diminuir os casos de intimidações virtuais, o norte-americano Noah Salzman, que já foi vítima de cyber bullying, criou, em 2011, a ONG End to Cyber Bullying (ETCB). A organização quer educar e alertar o mundo inteiro para a prática do bullying virtual.

Estudo da ETCB afirma que 90% das jovens vítimas não informam um adulto sobre o ataque virtual. Para Salzman, esse comportamento é errado, uma vez que o problema não será solucionado ao desligar o computador. Ele acredita que a educação e a comunicação aberta entre escola e pais são as soluções para combater o cyber bullying.

Nesse sentido, o papel dos pais é fundamental. Sendo de uma geração que não conviveu com o bullying virtual na prática, os pais devem se educar para identificar se os seus filhos estão praticando ou sofrendo com o cyber bullying.