Dicas e Curiosidades

ver todos

Falsos aplicativos roubam créditos da Nota Fiscal Paulista. Não baixe!

Postado em 06/03/2017

Falsos aplicativos roubam créditos da Nota Fiscal Paulista. Não baixe!

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

“CPF na nota?” Quem mora no estado de São Paulo escuta bastante esta pergunta na hora de pagar a conta do restaurante ou na boca do caixa de uma loja. Isso acontece porque os estabelecimentos comerciais são obrigados a emitir uma nota fiscal para cada transação quando os consumidores exigem.

O programa Nota Fiscal Paulista devolve até 20% do ICMS recolhido pelo estabelecimento aos consumidores que pedem CPF ou CNPJ na nota e, de quebra, eles ainda concorrem a prêmios. Criado em 2007, pelo governo de São Paulo, para diminuir a sonegação de impostos, o programa conta com mais de 18 milhões de usuários cadastrados.

Com tanta gente participando do programa, é claro que os criminosos digitais querem tirar uma casquinha e roubar informações sensíveis dos cadastrados. Aproveitando a popularidade dos dispositivos móveis, eles criam aplicativos falsos da Secretaria da Fazenda para celulares e tablets. Ao todo, já foram identificados cerca de dez aplicativos não oficiais.

De modo geral, esses aplicativos prometem fácil acesso ao saldo, bem como agilidade na hora de transferir e doar créditos. Para tanto, os usuários são obrigados a inserir CPF, senha e até renda salarial. Todas essas informações caem direto em um banco de dados de terceiros. Aí, os criminosos podem roubar os créditos para uso indevido ou vender o comportamento de consumo da vítima para empresas de marketing.

Não há aplicativos oficiais

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo deixa claro que não existem aplicativos oficiais para smartphones e tablets para o programa Nota Fiscal Paulista, embora trabalhe para que isso aconteça em breve. Enquanto isso, o único lugar seguro para consultar saldo e realizar transferência é o site oficial da Nota Fiscal Paulista.

Secretaria não envia SMS

A Secretaria ainda alerta que não envia, nem nunca enviou, SMS para os celulares dos usuários cadastrados. Portanto, nunca ligue para o telefone indicado nem clique em links de mensagens que falam que você ganhou algum prêmio. É golpe!

Nunca forneça sua senha

Outra maneira de os criminosos digitais roubarem suas informações é por meio de ataques de phishing e até de phishing phone. Basicamente, eles encaminham um e-mail supostamente da Secretaria da Fazenda ou telefonam para as pessoas se passando por algum funcionário do governo, solicitando as senhas de acesso dos usuários para atualizar o cadastro. Em hipótese alguma siga adiante. Mais uma vez, trata-se de um golpe.

Foi sorteado? Vá ao prédio da Secretaria

Mensalmente, o programa Nota Fiscal Paulista realiza um sorteio para premiar os consumidores que solicitam CPF ou CNPJ na nota. Os prêmios variam entre 1 mil reais e 1 milhão reais. Caso você tenha sido sorteado, deve ir até o prédio da Secretaria da Fazenda com seus documentos e retirar o prêmio lá. Não há outra opção.

Se você foi vítima de algum golpe envolvendo a Nota Fiscal Paulista, recorra à Ouvidoria da Secretaria da Fazenda.

Nunca baixe aplicativos falsos em seu aparelho

Quando você for baixar aplicativos em seu smartphone ou tablet, dedique alguns minutos para ler as informações disponibilizadas, como a data de criação do aplicativo, o nome do desenvolvedor e as avaliações de outros usuários. Se houver alguma coisa suspeita, nem siga adiante.

Agora, para ter certeza, mesmo, se o aplicativo não apresenta risco, a melhor opção é instalar o UOL Segurança Digital em seu aparelho Android. Isso porque ele alerta se um aplicativo é perigoso antes, mesmo, de você começar a baixá-lo. É melhor se prevenir, não?