Dicas e Curiosidades

ver todos

FGTS: Cuidado com golpes e aplicativos
falsos na consulta de contas inativas

Postado em 15/03/2017

FGTS: Cuidado com golpes e aplicativos falsos na consulta de contas inativas

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Mais de 30 milhões de brasileiros têm o direito de sacar o dinheiro de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O anúncio do governo federal, feito em fevereiro, deixou muita gente interessada em resgatar o dinheiro. E, claro, os criminosos digitais aproveitaram a deixa para criar vários golpes, espalhando uma série de mensagens e links que prometem simplificar o processo de retirada do FGTS.

O primeiro golpe que ganhou destaque foi o de um e-mail que se espalhou pela internet. Nele, há um calendário falso anexo chamado “Cronograma FGTS”, que detalha o cronograma dos saques. No entanto, ao fazer o download do arquivo, o usuário instala um programa malicioso em sua máquina. Aí, quando ele acessa a conta bancária pelo computador, a praga rouba suas senhas e a chave de segurança. Em pouco tempo, o e-mail passou a circular no WhatsApp e via mensagens SMS.

Mas isso foi só o começo. A própria Caixa Econômica Federal alerta que existem muitos sites falsos prometendo passar as informações aos usuários e pedindo, em troca, “apenas” todas as suas informações pessoais e a senha. É claro que é furada, mas muita gente tem caído.

Outro risco é baixar aplicativos não oficiais que podem ser, na verdade, um malware disfarçado. Só na Play Store, loja do sistema operacional Android, existem mais de 30 aplicativos que oferecem consulta ao calendário de saque e ao saldo do FGTS, exigindo dados como o número do PIS/Pasep e a senha de acesso.

Além da internet: cuidado com golpes do mundo físico

Houve, ainda, relatos de golpes por telefone. O estelionatário solicita informações pessoais em nome da Caixa. Em troca, ele promete passar o saldo da conta inativa que a vítima possui.

Como boa parte das pessoas deve retirar o dinheiro em espécie nas agências, lotéricas ou caixas eletrônicos, é preciso ficar esperto com as pessoas em volta. Em primeiro lugar, só busque informações com funcionários do banco devidamente identificados. Por fim, evite manipular seu dinheiro em público.

Informações só das fontes oficiais

Para não cair em nenhum golpe do tipo, a primeira dica é desconfiar de todo tipo de informação que chega a você. A Caixa Econômica Federal, como outros bancos e órgãos públicos, nunca envia SMS e e-mail não autorizados, principalmente contendo anexos ou solicitando a atualização de dados dos clientes.

Se você está ansioso por informações, realize uma busca apenas nos canais oficiais. Nesse caso específico do saque do FGTS, existem cinco caminhos seguros para você percorrer: telefonar para o número 0800 726 2017; entrar no site oficial da Caixa e informar seu NIS e uma senha; acessar o internet banking da Caixa, se você for um correntista do banco; dirigir-se a qualquer agência da Caixa e tirar suas dúvidas pessoalmente ou baixando o aplicativo oficial da Caixa.

Aqui, cuidado. Como já falamos neste texto, existem muitos aplicativos falsos por aí, mesmo em lojas oficiais. Para você não se enganar, leia atentamente as informações, como nome do desenvolvedor, data de criação e avaliação, antes de baixá-lo. Quem usa o UOL Segurança Digital está mais seguro, já que o antivírus alerta se determinado aplicativo é perigoso antes de você fazer o download.