Dicas e Curiosidades

ver todos

Kaspersky Lab: Brasil está entre os dez países mais visados por ransomware móvel

Postado em 20/06/2017

Kaspersky Lab: Brasil está entre os dez países mais visados por ransomware móvel

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Além de infectar computadores, o ransomware sequestra dados de smartphones e tablets. Para desbloquear o aparelho, os usuários são obrigados a pagar um valor considerável pelo resgate. Nesse sentido, esse tipo de vírus se tornou uma preocupação, também, para os usuários móveis, inclusive os brasileiros.

De acordo com levantamento da empresa de segurança digital Kaspersky Lab, o Brasil foi o segundo país mais afetado por ransomware móvel no mundo. Ao todo, o país sofreu 1,07% dos ataques. Apenas os Estados Unidos apareceram na frente, liderando o ranking de países mais visados por essa ameaça.

Quanto ao volume total de ataques de ransomware para dispositivos móveis, o número mais que triplicou. Nos três primeiros meses de 2017 foram identificados mais de 218,6 mil variantes do vírus ante 61,8 mil no mesmo período do ano passado.

Ransomwares móveis mais comuns

AndroidOS.Fusob.h.: um dos mais eficientes, esse vírus solicita privilégios de administrador para coletar dados do dispositivo. Nisso, as informações são enviadas para um servidor mal-intencionado que, por sua vez, envia um comando para bloquear o aparelho.

Congur: esse ransomware consegue modificar, remotamente, a senha de acesso do aparelho. Assim, o criminoso digital assume o papel de administrador e ainda instala diversos códigos maliciosos no dispositivo.

XPan: a variante mais popular do Brasil criptografa todos os arquivos armazenados no dispositivo.

Não seja vítima

Em meio a centenas de milhares de ransomwares – sem falar das outras ameaças –, não dá para contar apenas com a sorte para não se tornar uma vítima. Entre as coisas que você deve fazer para manter seu smartphone seguro estão: atualizar o sistema operacional, baixar aplicativos somente de lojas oficiais e, claro, instalar um antivírus completo.

O UOL Segurança Digital elimina códigos maliciosos e ainda alerta o usuário quando um aplicativo é perigoso antes mesmo de baixá-lo.