Dicas e Curiosidades

ver todos

Músicas e filmes: como se divertir sem colocar seus dispositivos em risco

Postado em 17/07/2014

Músicas e filmes: como se divertir sem colocar seus dispositivos em risco

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

A queda da audiência dos canais da TV aberta nos últimos anos tem algumas explicações. Hoje, com o acesso maior ao mundo online, muitas pessoas têm preferido definir a própria programação e assistir o que querem pelos computadores ou tablets.

Só para se ter uma ideia, segundo levantamento da comScore, os brasileiros são os líderes em engajamento online no mundo, ficando 29,7 horas por mês conectados, 7 horas a mais do que a média mundial.

E se tem tanta gente online (e durante tanto tempo) é claro que os cibercriminosos estão aproveitando isso para agir. Não é à toa que as principais iscas que eles usam estão relacionadas com ouvir músicas e ver filmes pela internet.

Cuidados com termos de busca

Acrescentar palavra “grátis”e “MP3s” à pesquisa é comum para quer diversão online rápida e barata. Pois saiba que essa prática aumenta, e muito, as chances de você cair em páginas maliciosas. De acordo com a pesquisa do McAfee, o termo “grátis” usado em buscas por músicas para ringtone triplica as chances de aparecer sites perigosos.

A situação é semelhante para quem pesquisa por filmes online. Os criminosos digitais já aprenderam: se você está buscando com termos como “gratuito” e “grátis”, eles tentam jogar você para páginas maliciosas.

Fãs são as principais iscas

É normal para filmes, séries ou bandas terem fãs espalhados pelo mundo. Quando estão online, essa legião de fãs vai atrás de qualquer notícia e conteúdo relacionado aos seus ídolos. Claro que os cibercriminosos se aproveitam dessa deixa e espalham links de site maliciosos ou conteúdo com malware. Muitas páginas são criadas pelos próprios cibercriminosos e, segundo a McAfee, os site com pouco tráfego são os mais perigosos.

Dicas para ficar seguro

Os exemplos acima ajudam a saber como você deve buscar diversão no mundo online. Primeiramente, evitar pesquisa com termos “grátis”, porque os golpistas sabem que esse tipo de palavra-chave é as preferidas dos internautas. Nesse caso, dê preferência a sites pagos e oficiais.

Sabendo que os cibercriminosos vão aonde há mais pessoas, conteúdos de filmes e músicas da moda estão mais propensos a conter riscos. Nunca clique em banners de entretenimento, sites de download desconhecidos e links suspeitos postados em fóruns e redes sociais. Por fim, adquira um antivírus mais atualizado possível, que previne e bloqueia as novas ameaças.