Dicas e Curiosidades

ver todos

Pesquisa Symantec: compartilhar links maliciosos é golpe que domina as redes sociais

Postado em 30/03/2017

Pesquisa Symantec: compartilhar links maliciosos é golpe que domina as redes sociais

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Foi divulgada recentemente a pesquisa de ameaças mensais realizada pela Symantec Security Response com a intenção de levantar, categorizar e avaliar os riscos existentes na rede em diversos segmentos.

Segundo o estudo, compartilhar links maliciosos segue sendo um dos maiores golpes nas mídias sociais, com um aumento de 12,58% pontos porcentuais em janeiro, chegando a um total de 76,59% dos golpes realizados. Em linhas gerais, esse golpe acontece quando um amigo compartilha – de forma voluntária ou involuntária – um link malicioso.

Mas isso não é tudo. O estudo também levantou dados referentes aos riscos com malwares, spams, phishing e outros ataques virtuais. Confira alguns dos riscos existentes na rede nos últimos meses:

Ameaças com Malwares

O número de novas variantes de malware encontradas durante o mês de janeiro subiu para 32,9 milhões. No entanto, contrariando esse aumento, a taxa de malwares em e-mails caiu drasticamente, de 1 a cada 98 e-mails para 1 a cada 722. Essa diminuição pode ter ocorrido devido à falta de atividade do botnet Necurs, que permanece silencioso desde dezembro.

Ameaças com Spam

Assim como os malwares, as taxas globais de spam também caíram. Contudo, esse segmento apresentou uma diminuição menor: a queda foi de 0,4 ponto porcentual em relação a dezembro, resultando em uma taxa total de 53,8%.

Ameaças com Phishing

Contrariando as demais ameaças avaliadas pelo estudo, as taxas de phishing tiveram um ligeiro aumento no mês de janeiro, passando para 1 a cada 3.271 e-mails.

Ataques em Mídias Sociais

Enquanto os golpes de compartilhamento manual aumentaram 12,58%, as ofertas falsificadas nas mídias sociais apresentaram queda de 17,63% no período, indo de 26,33% em dezembro para apenas 8,7% em janeiro.

Proteja-se de todos esses ataques

Entre boas e más notícias, a conclusão que se tira desse estudo é que você não pode mais fugir das ameaças virtuais sem a ajuda de um programa antivírus, uma vez que os ataques chegam de todos os lados.

Quer uma sugestão? O UOL Segurança Digital trabalha 24 horas por dia detectando e eliminando códigos maliciosos de computadores e dispositivos móveis.