Dicas e Curiosidades

ver todos

Proteção em camadas: a nova tendência em segurança

Postado em 12/02/2015

Proteção em camadas: a nova tendência em segurança

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Malware, phishing, spam, spyware, vírus. Todos esses nomes são pragas virtuais que aterrorizam empresas e usuários comuns diariamente. Segundo a pesquisa do Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (CERT.br), são realizadas cerca de mil tentativas de golpe virtual por dia no Brasil. Desse total, 64% são comandadas por cibercriminosos brasileiros, enquanto o restante parte de usuários estrangeiros.

Com um movimento intenso e códigos maliciosos se multiplicando diariamente, cuidar da segurança da sua máquina é uma tarefa complexa. Ela começa pela ferramenta mais tradicional de segurança, o antivírus, claro, mas ele é só parte de uma série de camadas de proteção.

Subindo os muros

Para ficar mais fácil de entender, vamos fazer a seguinte analogia entre o mundo online e real: há algumas décadas, as casas e prédios nas grandes cidades brasileiras tinham apenas muros pequenos. Para se sentir seguro, trancar as portas e fechar as janelas já eram suficientes. Contudo, com o aumento da criminalidade urbana, os moradores viram a necessidade de reforçar a segurança, aumentando o tamanho dos muros, colocando barras nas janelas, instalando câmeras de segurança e contratando equipes de vigilância.

Mesmo com todos esses recursos, ninguém deixa de trancar as portas e fechar as janelas. Transferindo esse cenário para o mundo virtual, os programas de antivírus se comportam como as portas trancadas e as janelas fechadas da casa. Em linhas gerais, um programa de antivírus muito bem e é a base fundamental para a sua segurança - mas não resolvem o problema sozinhos.

Por que os antivírus não são suficientes

Atualmente, a maioria das pragas e fraudes virtuais não são nem mais chamadas de vírus. Às vezes, elas nem precisam entrar dentro do computador da vítima para roubar os dados dos usuários. As pragas ficam hospedadas em sites falsos da internet que o antivírus, sozinho, não consegue identificá-las.

Programas completos de segurança

Os softwares de segurança mais completos vêm com várias camadas de proteção: anti-malware, anti-spyware, anti-spam, firewall integrado, além do já conhecido antivírus. Um verdadeiro exército contra o crime virtual.

Há, também, o sandbox que é mais uma camada de proteção. Ele funciona, de forma isolada, como uma espécie de laboratório. Lá, qualquer arquivo suspeito pode ser executado para análise sem que a máquina seja contaminada.

Então, na hora de comprar as suas ferramentas de segurança, lembre-se disso e coloque mais camadas para ficar mais seguro.