Dicas e Curiosidades

ver todos

Ransomware desbloqueia a máquina se a vítima infectar outros usuários em troca

Postado em 22/02/2017

Ransomware desbloqueia a máquina se a vítima infectar outros usuários em troca

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Há um bom tempo, os ataques de ransomware deixaram de ser uma novidade no mundo digital. Basicamente, essa praga bloqueia todos os dados do computador ou dispositivo móvel da vítima e, por sua vez, o usuário só volta a mexer normalmente no aparelho após o pagamento de um resgate.

De acordo com o FBI, os ataques de ransomware renderam cerca de 209 milhões de dólares aos criminosos, só no primeiro trimestre de 2016, nos Estados Unidos.

É mais ou menos assim que funciona o vírus Popcorn Time – apesar do nome, ele não tem nenhuma relação direta com o serviço de download e streaming de filmes e séries. A grande diferença dessa nova modalidade de ransomware é que ele oferece uma alternativa de pagamento: infectar outros dois usuários em troca de seus dados.

Em resumo: para ter acesso novamente a pastas, fotos e arquivos do computador, o usuário precisa pagar 1 bitcoin, avaliado em cerca de 3 mil reais na cotação atual, ou, então, indicar outras duas pessoas para que tenham suas máquinas infectadas pelo ransomware.

Aí, caso as novas vítimas paguem a quantia do resgate, o usuário que as indicou tem seu computador liberado sem pagar nada. O prazo para o pagamento do resgate é de duas semanas. Caso isso não aconteça, os dados do computador serão deletados.

Como o ransomware infecta o seu computador

O ransomware fica disponível em sites de download como um programa assistente do aplicativo verdadeiro Popcorn Time. Por conta de seu nome, muitos usuários são enganados e acabam baixando a praga maliciosa. Por enquanto, não se sabe quantas pessoas foram afetadas pelo vírus.

Quando seu computador é infectado por este ransomware, aparece um aviso explicando os motivos que levaram o grupo de criminosos a cometer a invasão. Na mensagem, os responsáveis pelo ataque se intitulam como um grupo de estudantes de Ciência da Computação da Síria.

Eles afirmam que o dinheiro do resgate será usado para comprar comida, água e remédio, uma vez que o país passa por um momento complicado por conta da guerra civil. Quase como um pedido de desculpas, eles ainda dizem que se sentem incomodados com essa atitude, mas que é a única forma de sobreviver.

Foi vítima do Popcorn Time? Tem solução

A boa notícia é que o código do ransomware Popcorn Time ainda é aberto, ou seja, ele ainda não está finalizado. Na prática, isso significa que é possível encontrar outros métodos para quebrar a criptografia dele. Nesse caso, procure algum especialista para ajudar a resolver essa questão.

E lembre-se: por mais que você queira seus dados de volta, em hipótese alguma pague ou, neste caso, indique pessoas para o vírus. Ao fazer o que a praga virtual solicita, você está incentivando que esse tipo de crime continue.

Como evitar ataques de ransomware

Como os ataques de ransomware permitem ganhos rápidos e fáceis para o cibercriminoso, esse tipo de praga virtual se popularizou. Para se ter uma ideia, a empresa de segurança digital Kaspersky já identificou 62 novas variações de ransomware só no começo deste ano.

Para não se tornar a próxima vítima, você precisa ter alguns cuidados na hora de navegar pela internet. O primeiro deles é evitar fazer download de sites desconhecidos e nunca clicar em links suspeitos. Além dessa cautela, procure manter plugins em seus navegadores que inibam a propagação de pop-ups.

Por fim, instale um programa antivírus em seu computador e em seus dispositivos móveis (os ransomwares também atacam smartphones e tablets!). O UOL Segurança Digital detecta a presença e elimina programas maliciosos em seus aparelhos antes que eles comecem a agir.