Dicas e Curiosidades

ver todos

6 resoluções que não podem faltar para sua segurança mobile em 2017

Postado em 13/02/2017

6 resoluções que não podem faltar para sua segurança mobile em 2017

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Você faz quase tudo pelo mobile: confere sua conta bancária, faz compras, conversa com seus amigos, entre outras coisas. Certo? Só tem um problema nisso: se perder seu aparelho ou, pior, alguém conseguir acessá-lo remotamente, sua vida se torna um verdadeiro livro aberto.

Claro que você não quer que isso aconteça. Mas, em tempos de crescimento das ameaças mobile, não dá para vacilar. É preciso tomar uma série de cuidados para não ficar mais vulnerável.

Para ajudá-lo nessa missão, com o auxílio da McAfee, elaboramos uma lista de resoluções de segurança mobile para colocar em prática neste ano. Confira as dicas abaixo e comece a adotá-las já:

Aplique senhas seguras no dispositivo

Se você é usuário Android, não adote os desenhos de pontos para desbloquear sua tela. Eles são as senhas padrão mais comuns, ou seja, usá-las facilita para qualquer pessoa o acesso ao seu dispositivo móvel. Vale lembrar que, apesar de o desenho ser o modelo padrão de senha do Android, você pode optar por usar um código PIN ou uma senha alfanumérica.

Quanto aos aparelhos da Apple, os dispositivos atualizados a partir da versão 9 do iOS podem aplicar senhas de até 6 números ou com uma série de letras. Adote esse padrão, pois, ao fazer isso, você torna a adivinhação um pouco mais complicada para terceiros.

Utilize aplicativos de troca de mensagens que usem criptografia

No dia a dia, você envia e recebe centenas de mensagens, imagens e outros arquivos por meio de serviços de mensagens, como WhatsApp, Viber, iMessage, Telegram, entre outros. Nesse sentido, procure usar apenas aqueles que utilizem criptografia de ponta a ponta como padrão.

Na prática, isso significa que os dados compartilhados só ficam acessíveis para o remetente e destinatário. Mesmo que alguém intercepte a conversa, dificilmente conseguirá decifrar o conteúdo enviado. Confira aqui o grau de privacidade dos principais aplicativos de troca de mensagens.

Mantenha seu dispositivo sempre atualizado

Volta e meia, os sistemas operacionais disponibilizam pacotes de atualizações. De modo geral, eles fazem isso para corrigir vulnerabilidades que são descobertas no decorrer do tempo. Por isso, manter seu dispositivo na versão mais atualizada significa que ele estará menos vulnerável para receber ataques.

Faça backup regular

Para evitar uma perda completa de dados quando você formatar o seu Android ou iPhone, você precisa a criar o costume de fazer backup com frequência. Ao fazer isso, você consegue manter seu dispositivo mais seguro e leve (portanto, com melhor desempenho) sem perder nenhum dado pessoal.

Pense duas vezes antes de se conectar a um Wi-Fi público

Do mesmo jeito que é muito fácil para você se conectar a uma rede pública, é igualmente fácil para criminosos digitais interceptar essa conexão e roubar os dados do seu dispositivo. Então, sempre prefira se conectar a um Wi-Fi mais seguro, como o da sua casa ou de seu escritório.

Agora, se você realmente precisar se conectar a um Wi-Fi público, tome os seguintes cuidados: desabilite a função de compartilhamento de dados; procure usar uma rede virtual privada (VPN) para criptografar suas ações online; jamais acesse sua conta bancária ou faça transações.

Instale um antivírus no aparelho

Além de tomar todas as medidas de segurança acima, instale um antivírus em seu dispositivo móvel. Com o UOL Segurança Digital, por exemplo, você mata vários problemas com uma única solução. Em caso de roubo ou perda do telefone, o antivírus tem uma série de recursos para ajudar a localizá-lo, além de realizar o backup de contatos.

Quanto às ameaças virtuais, ele elimina códigos maliciosos e programas espiões e indica quais sites são seguros para você navegar. Vale reforçar que o UOL Segurança Digital funciona para dispositivos Android e iOS. Não há mais desculpas para você manter seu dispositivo móvel vulnerável por aí.