Dicas e Curiosidades

ver todos

Roubo em caixas eletrônicos usando malware dá prejuízo de milhões

Postado em 13/02/2017

Roubo em caixas eletrônicos usando malware dá prejuízo de milhões

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Parece roteiro de série americana, mas é mais real do que você pode imaginar. Sem chamar atenção e sem nenhuma explosão, criminosos digitais já roubaram milhões de dólares de caixas eletrônicos europeus. Não é preciso sequer usar cartões e digitar senhas para retirar todo esse dinheiro.

Descoberto pelo grupo IB, empresa russa de segurança online, o golpe foi apelidado de “touchless jackpotting” (ou saque sem contato, em bom português). Tudo começa quando os criminosos digitais invadem os sistemas de informações dos bancos. Lá, eles instalam um software malicioso que permite configurar diversos caixas eletrônicos para que eles emitam notas em horas predeterminadas.

Portanto, o único trabalho que a quadrilha tem é de se dirigir aos terminais afetados pelo ataque no horário marcado e esperar a máquina soltar toda quantia. Segundo relatório do grupo IB, é possível sacar cerca de 400 mil dólares em apenas um único golpe.

Apesar de ter sido descoberto só no final de 2016, o método ilícito teve início há mais de 3 anos e já atingiu uma série de países europeus, como Armênia, Estônia, Holanda, Espanha, Polônia, Reino Unido, entre outros.

Proteja seu dinheiro no meio virtual

Como você pôde ver acima, nem os robustos sistemas dos bancos conseguem se livrar das ameaças virtuais. Isso serve de alerta para você não vacilar na hora de acessar seus dados bancários pela internet.

Em primeiro lugar, recomenda-se não acessar os serviços de internet banking e realizar transações em redes abertas com Wi-Fi público. Isso porque pessoas má intencionadas conseguem se posicionar entre você e a conexão e, assim, roubar seus dados bancários.

Na hora de baixar o aplicativo de seu banco, procure fazer o download apenas em lojas oficiais, isto é, Google Play (Android) e App Store (iOS). Não deixe, também, de ler as avalições e o desenvolvedor do aplicativo. Assim, você não corre o risco de instalar programas falsos e maliciosos.

Por fim, tenha um antivírus instalado em seu computador, smartphone e tablet. O UOL Segurança Digital, por exemplo, impede que programas maliciosos que roubam suas informações rodem em seus aparelhos. É melhor se prevenir do que se remediar, não é verdade?