Dicas e Curiosidades

ver todos

Saiba o que é o “modo pânico” nos aparelhos Android

Postado em 19/09/2017

Saiba o que é o “modo pânico” nos aparelhos Android

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Quando o assunto é segurança móvel, um dos passos mais importantes é manter o sistema operacional sempre atualizado. Felizmente, muitos usuários já sabem disso. Disponibilizadas para a maioria dos modelos de smartphone há pouco tempo, as versões 7.0 e 7.1 Nougat já estão rodando em 11,5% de todos os dispositivos Android no mundo, segundo dados do próprio Google.

Em meio a inúmeras novas funcionalidades da versão mais recente do sistema operacional, uma que pode ter passado batida por boa parte das pessoas é o “modo pânico”. Trata-se, basicamente, de uma maneira rápida de encerrar a execução de qualquer aplicativo, principalmente os maliciosos.

>> Aproveite e leia 6 dicas para usuários Android que vão mudar sua vida!

Quando um aplicativo malicioso tenta assumir o controle do dispositivo, a reação natural dos usuários é apertar a tecla “Voltar” desesperadamente. Sabendo disso, o Google desenvolveu o “modo pânico”.

De modo geral, esse recurso detecta o acionamento desesperado na tecla “Voltar” (é necessário quatro toques rápidos no botão). Logo, ele encerra todos os aplicativos, mesmo os que rodam em segundo plano. Nisso, o usuário volta à tela inicial e tem a oportunidade de desinstalar o aplicativo danoso.

Como não recorrer ao “modo pânico”

Se não houver vírus tentando assumir o controle de seu aparelho Android, o “modo pânico” não será acionado. Como as ameaças móveis chegam por todos os lados, a melhor maneira de evitar a presença de um código malicioso é instalando um antivírus em seu dispositivo.

O UOL Segurança Digital alerta o usuário quando um aplicativo é malicioso antes mesmo de iniciar o download. Isso sem falar que o antivírus elimina outros códigos maliciosos e impede o acesso a sites potencialmente perigosos.