Dicas e Curiosidades

ver todos

Uber: ex-funcionário revela esquema de espionagem para roubo de dados

Postado em 02/01/2018

Uber: ex-funcionário revela esquema de espionagem para roubo de dados

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

A Uber não para de colecionar casos polêmicos: briga com taxistas, monitoramento da localização dos usuários – questão já resolvida, segundo a empresa – e, agora, esquema de espionagem e roubo de dados de empresas concorrentes.

A prática foi revelada pelo ex-gerente mundial de segurança da empresa, Richard Jacobs, em uma carta lida em um tribunal nos Estados Unidos. Ele ainda fez um depoimento no local, no qual contou que a empresa possui servidores de e-mails falsos, além do sistema comum. Mesmo que a prática não seja ilegal, é antiética.

Seu depoimento aconteceu por conta de uma disputa na Justiça em que a empresa de carros autônomos Waymo, da Google, acusa a Uber de roubar segredos comerciais. O episódio teria acontecido quando um funcionário deixou a Waymo, levando um monte de dados sensíveis, para trabalhar na Uber.

O julgamento do caso foi adiado. Na verdade, o juiz responsável acredita que não será necessário que a empresa Waymo enfrente os tribunais novamente, graças às novas evidências apresentadas contra a Uber.