Dicas e Curiosidades

ver todos

WhatsApp e suas falhas. Fique alerta!

Postado em 17/06/2014

WhatsApp e suas falhas. Fique alerta!

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

Provavelmente, você já pegou o seu smartphone e, só hoje, enviou e recebeu dezenas de mensagens de amigos, colegas de trabalho e familiares. Tudo isso pelo WhatsApp, um dos comunicadores mais famosos do mundo.

O aplicativo de mensagens instantâneas é um fenômeno brasileiro e mundial. De acordo com os números da própria empresa, a rede de bate-papo alcançou a marca de meio bilhão de usuário no mundo inteiro, que chegam a compartilhar mais de 700 milhões de fotos e 100 milhões de vídeos diariamente.

Com tanta troca de informação e usuários ativos, é preciso tomar cuidado para que dados pessoais não caiam em mãos erradas! Ainda mais sabendo que o WhatsApp apresenta algumas falhas, a atenção deve ser redobrada. Conheça, abaixo, um pouco mais desses defeitos:

Localização dos usuários

A mais nova brecha do aplicativo, descoberta por pesquisadores da Universidade de New Haven, permite que invasores descubram a localização exata de um usuário. O defeito só acontece quando alguém compartilha a localização no WhatsApp por meio da ferramenta do Google Maps. Aí, quem tem acesso à mesma rede Wi-Fi pode visualizar onde o usuário está, já que o tráfego dessa informação é desprotegido. O criminoso nem precisa utilizar o WhatsApp para isso.

Enquanto a nova atualização do aplicativo não chega, evite compartilhar sua localização pelo WhatsApp.

Problemas para quem tem aparelhos Android

O WhatsApp apresenta um grave problema de segurança na criptografia, isto é, ele deixa brechas para que qualquer usuário tenha acesso a informações enviadas. Isso acontece quando a pessoa faz o backup das mensagens. A partir daí, basta que o usuário permita que um software malicioso tenha acesso às informações do cartão microSD e todo o histórico de conversa pode ser visualizado.

A falha ocorre especialmente em aparelhos Android, já que a maioria dos usuários permitem tudo em seus smartphones. Aliás, dispositivos móveis com sistema Android são alvo de 97% dos ataques por malwares em smartphones, conforme a companhia de segurança digital F-SecureLabs.

Outras alternativas

O WhatsApp pode ser o aplicativo de mensagens instantâneas mais popular do mundo, mas não é o único. Na verdade, existem uma série de aplicativos com os mesmos recursos e finalidade, que começam a ficar um pouco mais conhecido entre as pessoas. Para fugir das falhas do WhatsApp ou temendo a aparição de anúncios após a compra da empresa pelo Facebook, muitos usuários estão baixando e recomendando outros aplicativos alternativos, como Telegram, Viber, Line, WeChat, entre outros.