Dicas e Curiosidades

ver todos

Cuidado! 6 erros que danificam a bateria de seu smartphone

Postado em 19/09/2017

6 erros que danificam a bateria de seu smartphone

469.000
novas ameaças são encontradas
por semana na internet.

Se você quer uma
navegação segura e total
proteção
para seus dados
garanta a proteção do
UOL Antivírus

baixar agora

De acordo com pesquisa da empresa GMI, 89% dos usuários de smartphones preferem um aparelho com uma bateria de longa duração a um com boa velocidade do processador ou com ótima qualidade da câmera.

É verdade que todos os celulares têm um limite, quando o assunto é bateria. No entanto, é importante ressaltar que os usuários, com seus comportamentos indevidos, também têm culpa no cartório para que a bateria de seu smartphone dure tão pouco tempo.

A seguir, confira seis erros que danificam a bateria de seu celular e mude seus hábitos imediatamente:

Utilizar cabos falsos

Perdeu o carregador oficial do smartphone ou ele simplesmente se estragou? Nessa situação, como os carregadores originais são caros e frágeis, os usuários preferem comprar os modelos mais baratinhos. Grande erro que pode custar caro no futuro!

De modo geral, os carregadores de bateria falsos podem danificar componentes internos dos smartphones e até causar acidentes por conta de superaquecimento. Em suma, eles reduzem a vida útil de sua bateria.

Manter seu smartphone em locais abafados

Se você deixar seu smartphone por muito tempo no bolso de sua calça, durante o verão, ao pegá-lo para mexer vai perceber que ele está bem quente. Lembre-se que o calor acaba com qualquer bateria.

De acordo com o site Battery University, uma bateria exposta a uma temperatura de 40 graus Celsius perde até 65% da sua capacidade. A situação piora (muito) quando você esquece o aparelho dentro do carro.

Portanto, procure manter seu smartphone, sempre que possível, em locais mais arejados. De vez em quando, vale a pena até remover a capa que protege o aparelho de acidentes para que ele fique menos aquecido.

Carregar o smartphone no computador

Conectar o smartphone ao computador para carregar sua bateria pode ser prático, mas não é recomendado. Além de demorar mais tempo para concluir o processo, fazer isso pode danificar sua bateria. A oscilação das correntes entre as duas entradas USB provoca um aquecimento fora do comum.

Mexer no aparelho enquanto ele carrega

Ninguém é de ferro, muito menos o seu celular. Ele também merece um momento de repouso. Quando você estiver recarregando o aparelho, é recomendável não o utilizar, nem para mandar mensagens, jogar ou atualizar suas redes sociais.

Isso porque mexer no celular faz com que ele aumente sua temperatura, o que, como já falamos acima, não é nada bom para a sua bateria.

Deixar o aparelho totalmente sem bateria

Ao contrário dos celulares mais antigos, recomenda-se não descarregar o aparelho completamente para, aí então, recarregá-lo.

Os próprios sistemas operacionais já desligam o smartphone antes de chegar a 0% por motivos de segurança. O ideal é recarregar o aparelho quando a bateria estiver entre 15% e 20%.

Não instalar um antivírus

Sabemos, também, que um dos sintomas de um smartphone infectado por vírus é o comprometimento de bateria, uma vez que os códigos maliciosos consomem dados do aparelho de forma excessiva sem que o usuário perceba.

Portanto, além de manter o sistema operacional atualizado, é fundamental que você tenha um antivírus instalado em seu celular. Essas medidas corrigem brechas de segurança e eliminam malwares escondidos no aparelho.

Uma sugestão está em assinar o UOL Segurança Digital. Mais do que remover vírus, ele impede que você baixe aplicativos maliciosos e visite páginas perigosas na web.